ISSN 1678-0701
Número 66, Ano XVII.
Dezembro/2018-Fevereiro/2019.
Números  
Início      Cadastre-se!      Procurar      Submeter artigo      Fazer doação      Contato     Apresentação     Normas de Publicação     Artigos     Dicas e Curiosidades     Reflexão     Para sensibilizar     Dinâmicas e recursos pedagógicos     Entrevistas     Culinária     Arte e ambiente     O que fazer para melhorar o meio ambiente     Sugestões bibliográficas     Educação     Plantas medicinais     Práticas de Educação Ambiental     Educação e temas emergentes     Ações e projetos inspiradores     Gestão Ambiental     Cidadania Ambiental     Relatos de Experiências     Notícias
Notícias

04/12/2018O ALARME LANÇADO PELA FAO. NO MUNDO É DESPERDIÇADA MAIS DE METADE DAS FRUTAS E LEGUMES  
Link permanente: http://www.revistaea.org/artigo.php?idartigo=3446 
" data-layout="standard" data-action="like" data-show-faces="true" data-share="true">

O ALARME LANÇADO PELA FAO. NO MUNDO É DESPERDIÇADA MAIS DE METADE DAS FRUTAS E LEGUMES

REVISTA IHU ON-LINE

 Todos os anos, mais da metade das frutas e verduras produzidas no planeta é desperdiçada e mais de vinte e cinco por cento da carne abatida, o equivalente a setenta e cinco milhões de bovinos, não é consumida.

A informação é publicada por L'Osservatore Romano, 8/9-11-2018. A tradução é de Luisa Rabolini.

O alarme foi lançado pela Organização das Nações Unidas para a alimentação e agricultura (FAO) e pediu àqueles que ocupam cargos políticos de alta responsabilidade "para dar prioridade à redução da perda e desperdício de alimentos como meio para melhorar acesso a alimentos nutritivos e saudáveis".

O Painel Global sobre Sistemas Agrícolas e Alimentares para a Nutrição, em colaboração com a FAO, publicou recentemente um relatório sobre o tema "Prevenir a perda e desperdício de nutrientes através do sistema alimentar: ações políticas para dietas de alta qualidade" que destaca dramaticamente como uma morte em cinco no mundo pode ser associada a alimentos de má qualidade. Além disso, continua o estudo, dietas erradas representam uma ameaça maior à saúde pública do que a malária, a tuberculose ou o sarampo.

Tudo isso, é salientado no relatório, acontece enquanto um terço de todos os alimentosproduzidos no mundo para consumo humano não alcança os pratos porque acaba sendo perdido antes de ser entregue aos destinatários ou descartado como impróprio antes de ser consumido.

O relatório ressalta que alimentos como frutas, legumes, sementes, nozes, produtos lácteos, carne e peixe são ricos em nutrientes, mas também são altamente perecíveis e, portanto, susceptível de serem perdidos. Para enfrentar as diferentes formas de desnutrição e promover dietas saudáveis, defende o Diretor Geral da FAO, José Graciano da Silva, é necessário “implementar sistemas alimentares que aumentem a disponibilidade, acessibilidade e consumo de alimentos frescos e rico em nutrientes para todos”. "Adotar atitudes específicas para reduzir as perdas e o desperdício de alimentos frescos e produtos nutritivas é uma parte fundamental desse esforço", acrescentou.

Os especialistas propõem uma série de iniciativas políticas que abordam todo o sistema alimentar. Entre estas estão projetos de educação dos envolvidos no setor, novas disposições para garantir uma maior atenção aos alimentos perecíveis, a melhoria das infraestruturas públicas e privadas que tratam os produtos e medidas econômicas para incentivar a inovação no setor agroalimentar.

Um setor importante sobre o qual é necessária uma intervenção, diz o relatório, é aquele dos estudos para preencher as lacunas de conhecimento ainda existentes sobre o sistema de resíduos alimentares.

O membro do painel e presidente da Fundação de Saúde Pública da Índia, Srinath K. Reddy, ressaltou que, em sua opinião, os estudos disponíveis até agora ilustram como a "redução dos desperdícios alimentares pode desempenhar um papel fundamental na melhoria das dietas pobres e inadequadas para cerca de três bilhões de pessoas".

Leia mais



Desperdício e perda de alimentos. Revista IHU On-Line, Nº 452

Sexta extinção em massa e a insegurança alimentar global

Slow Food em guerra contra o desperdício

Na Europa, startups lutam contra o desperdício de comida

O lixo do carnaval e o desperdício de alimentos. Quem paga a conta?

Especialista defende avanço na legislação para coibir desperdício de alimentos

Para combater o desperdício de alimentos, Comissão da Câmara aprova normas para a destinação de resíduos alimentares

Desperdício de alimentos - A legislação brasileira e a falta de estatísticas impedem alcançar a meta de sua redução. Entrevista especial com Walter Belik

Combate ao desperdício de alimentos e aproveitamento das sobras do processo de produção exigem políticas públicas

Como a Dinamarca virou referência no combate ao desperdício alimentar

Produção de alimentos é suficiente, mas, com a desigualdade de renda e o desperdício, ainda há fome no país

Comissão de Meio Ambiente da Câmara aprova regras para reduzir desperdício de alimentos

Contra desperdício, noivos servem em casamento comida que ia para o lixo

Reduzir desperdício de alimentos

Desperdício de alimentos chega a 300 milhões de toneladas por ano

Comida e desperdício – um desafio a vencermos todos juntos

Iniciativa da FAO quer reduzir o desperdício de alimentos no Brasil

Contra desperdício, restaurante na França incentiva cliente a levar sobras

Um aplicativo para evitar o desperdício de alimentos

Dia Mundial da Alimentação leva à reflexão sobre o desperdício

Alimentar 10 bilhões de pessoas até 2050 dentro dos limites planetários pode ser alcançável



Fonte: encurtador.com.br/ipvzW

http://www.ihu.unisinos.br/





" data-layout="standard" data-action="like" data-show-faces="true" data-share="true">
 
Início      Cadastre-se!      Procurar      Submeter artigo      Fazer doação      Contato     Apresentação     Normas de Publicação     Artigos     Dicas e Curiosidades     Reflexão     Para sensibilizar     Dinâmicas e recursos pedagógicos     Entrevistas     Culinária     Arte e ambiente     O que fazer para melhorar o meio ambiente     Sugestões bibliográficas     Educação     Plantas medicinais     Práticas de Educação Ambiental     Educação e temas emergentes     Ações e projetos inspiradores     Gestão Ambiental     Cidadania Ambiental     Relatos de Experiências     Notícias