ISSN 1678-0701
Número 70, Ano XVIII.
Março-Maio/2020.
Números  
Início      Cadastre-se!      Procurar      Área de autores      Contato     Apresentação     Normas de Publicação     Artigos     Dicas e Curiosidades     Reflexão     Para sensibilizar     Entrevistas     Saber do Fazer     Culinária     Arte e ambiente     Educação     Ações e projetos inspiradores     Relatos de Experiências     Notícias
 
Para sensibilizar

No. 70 - 20/03/2020
A MÁGICA DA VIDA TRADUZIDA EM UMA PALAVRA, GRATIDÃO!  
Link permanente: http://www.revistaea.org/artigo.php?idartigo=3869 
" data-layout="standard" data-action="like" data-show-faces="true" data-share="true">

A MÁGICA DA VIDA TRADUZIDA EM UMA PALAVRA, GRATIDÃO!



Resumo: Você já ouviu falar que a gratidão pode melhorar o seu dia, o seu ambiente de trabalho e te fazer mais feliz? Neste artigo falo um pouquinho de gratidão, este sentimento que me ajudou a sair do buraco.



Vou mudar o rumo da prosa este ano, minha intenção é fazer uma reflexão pessoal, e este ano vou focar em bem-estar e felicidade.

O que vocês acham? Podem me mandar comentários, vou adorar!

Eu entendo que quando estamos bem tudo melhora.

Vou falar um pouco sobre gratidão.

E já vejo vocês pensando....mais uma Alice no País das maravilhas, ou Pollyanna.... e eu respondo com conhecimento de causa....não sou Alice, mas sei de verdade que a Gratidão me ajudou a tirar o pé da lama.

Você sabe me dizer o que é Gratidão?

É uma nova maneira de olhar para as coisas de acordo com a psicóloga Marcia Luz, é olhar para as situações com outro filtro.

Marcia diz que é comum as pessoas dizerem para ela que são gratos e dão exemplos:

- Sou grato, eu vou a igreja, e ela rebate dizendo que isso é Oração;

- Sou grato pois quando alguém me ajuda eu agradeço, Marcia responde isso é ser educado.

Somos direcionados desde o nascimento a ser negativos. Quando nascemos, choramos para receber atenção, repete o choro e novamente recebe atenção, comida, carinho, o seu cérebro registra: hummmm, quando sou chatinho recebo algo gostoso.

E temos um sem fim de ditados negativos que usamos sem nem perceber:

- Quem não chora, não mama;

- Eu sou assim, porque pau que nasce torto morre torto;

- No pain, no gain; (sem dor não há ganho);

- Tenho sair para matar um leão por dia!

Mas porque é que a gente não aprendeu por exemplo:

- Hoje o universo vai me presentear;

- Você é única, único, você é linda, lindo!;

- O dia de hoje vai ser mágico;

- Vou me divertir hoje;

De acordo com o dr. Fabiano Moulin, a Gratidão faz naquele momento, a pessoa ser uma privilegiada por tudo.

E tendemosapensar e dizer que tudo é banal, ridículo. Mas não é! Se você acordou hoje, já está à frente dos 250.000 que morrem por dia em média.

Se você sabe ler, você está melhorque pelo menos, 750 milhões de adultos, de acordo com a UNESCO em pesquisa realizada em 2016.http://www.unesco.org/new/pt/brasilia/education/educational-quality/literacy/

Se você tem alimento em casa diariamente você está melhor do que pelo menos 250 milhões de crianças, pois de acordo com a Unicef: 1 a cada 3 crianças menores de 5 anos não cresce adequadamente,aUNICEF aponta ainda que 250 milhões de crianças sofrem de desnutrição, ou falta de alimentação adequada no mundo. http://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2019-10/unicef-1-cada-3-criancas-menores-de-5-anos-nao-cresce-adequadamente

E a gente acha que estar vivo, com saúde, saber ler, se alimentar é normal até banal, mas....NÃO É!

Pensar que tudo é banal, besta, ridículo, faz com que nosso olhar desvie para o negativo, pois não compreendemos a beleza de tudo o que conquistamos.

Existe um agravante que chega a ser engraçado, o pessimista éatraente, em segundos estamos reclamando também. No entanto, enxergamos o otimista como um chato!

Se você sair agora e encontrar R$100,00 vai dizer oba encontrei R$100,00. Fim da história.Mas se perder R$100,00, vai pensar nisso o dia inteiro, você vai se odiar o dia inteiro!



O Dr Fabiano sugere que façamos um diário de Gratidão, com três gratidões por dia com motivos, por exemplo: Sou grata por todas as refeições do dia, pois assim me sinto melhor; Sou grata pela água do chuveiro, que me refresca e me deixa mais feliz; sou grata por meu carro que me leva aonde eu preciso ir....deu pra entender? Não precisa ir muito longe, podemos ser gratos pelo copo que “segura” a água que eu tomo, o papel higiênico que me limpa e enxuga, o ar que respiro....e por aí vai!

Já Elainne Ourives divide a Gratidão de três maneiras:

- Seja grata pelo seu SER, por ser inteligente; resiliente, persistente, amiga ou amigo fiel, fiel aos seus princípios, saudável, e por aí vai;

- Seja grata por TER, uma casa, um carro, roupa, água na torneira, e ela vai além, seja grata pela goteira, pois se você tem goteira é sinal que tem casa para morar, seja grato pelo ovo, mesmo que você passe o mês a ovo, pelo menos você tem ovo;

-Seja grata pelo o que deseja alcançar, gratidão por ter um consultório com agenda lotada de clientes satisfeitos e pagantes; gratidão por conseguir dar a volta correndo na lagoa do taquaral em Campinas (um sonho meu que falta alcançar); agradeça como se fosse real.

E assim através da Gratidão, você vai assistindo sua vida, seu mundo mudar, eu vivi isso e posso dizer, quando a Gratidãovem do coração as coisas começam a melhorar.

Experimente, eu recomendo.

Muitas pessoas gostariam de ter a sua vida, então por favor, honre-a!

Se todas as mulheres fossem a Gisele Bundchen e todos os homens o Brad Pitt, eu e você seriamos miss, já pensou nisso?

Eu fiz um diário de gratidão por meses!



Obs: se quiser assistir, esta foi uma palestra “caseira”, que dei em janeiro e está no facebook

https://www.facebook.com/magroparasempree/videos/179232413139359/

Marina Strachman - Coach de Bem Estar e Felicidade, arquiteta e urbanista, mestre em desenvolvimento regional e meio ambiente e especialista em educação ambiental. marina.strachman@gmail.com







" data-layout="standard" data-action="like" data-show-faces="true" data-share="true">
 
  Início      Cadastre-se!      Procurar      Área de autores      Contato     Apresentação     Normas de Publicação     Artigos     Dicas e Curiosidades     Reflexão     Para sensibilizar     Entrevistas     Saber do Fazer     Culinária     Arte e ambiente     Educação     Ações e projetos inspiradores     Relatos de Experiências     Notícias