ISSN 1678-0701
Número 62, Ano XVI.
Dezembro/2017-Fevereiro/2018.
Números  
Início      Cadastre-se!      Procurar      Submeter artigo      Fazer doação      Contato     Apresentação     Normas de Publicação     Artigos     Dicas e Curiosidades     Reflexão     Para sensibilizar     Dinâmicas e recursos pedagógicos     Entrevistas     Culinária     Arte e ambiente     Sugestões bibliográficas     Educação     Você sabia que...     Contribuições de Convidados/as     Práticas de Educação Ambiental     Sementes     Ações e projetos inspiradores     Gestão Ambiental     Cidadania Ambiental     Relatos de Experiências     Notícias
Apresentação

10/02/2018APRESENTAÇÃO DA EDIÇÃO DE DEZEMBRO DE 2017  
Link permanente: http://www.revistaea.org/artigo.php?idartigo=3045 
" data-layout="standard" data-action="like" data-show-faces="true" data-share="true">

APRESENTAÇÃO DA EDIÇÃO DE DEZEMBRO DE 2017

É com grande satisfação que apresentamos a 62ª edição da revista Educação Ambiental em Ação, encerrando este ano de 2017, que foi bastante intenso, o que reforça o nosso compromisso de nos mantermos unidos e atentos nesta trilha que percorremos em busca de melhores condições de vida para todo o Planeta, através da Educação Ambiental.

Esta edição foi inspirada na frase de José Ortega Y Gasset “O reconhecimento de um erro envolve uma nova verdade”. Esta nova verdade está relacionada a todas as ações que promovam uma nova forma de estar no Planeta Terra, que não somente corrige, mas também evita cometer erros. Está relacionada também com a prevenção, com recomeços, com mudanças de percepções que geram mudanças de ações, necessárias e fundamentais para a quebra de paradigmas que dominam retrocessos.

É preciso, portanto, mudarmos esta visão antropocêntrica dominante, visão esta que gerou a lógica do mercado da atual sociedade do consumo que é, indiscutivelmente, insustentável, para uma visão de mundo biocêntrica, comprometida com todas as formas de vida na Terra. A Declaração da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano (Declaração de Estocolmo, 1972) já apontava que:

“Atingiu-se um ponto da História em que devemos moldar nossas ações no mundo inteiro com a maior prudência, em atenção às suas consequências ambientais. Pela ignorância ou indiferença podemos causar danos maciços e irreversíveis ao ambiente terrestre de que dependem nossa vida e nosso bem-estar." 

Somente quando nos tornarmos pessoas mais éticas, responsáveis e realizadas é que poderemos alcançar a sustentabilidade ambiental, pois ela depende disto, de pessoas com posturas autênticas e dispostas a colaborarem mais com o meio ambiente e com toda a sociedade. Cabe ressaltar que não se idealiza um mundo sem problemas, mas sim, um mundo com menos problemas, mais tolerância e mais respeito pela vida.

A todos, uma boa leitura!

www.revistaea.org

Bere Adams, Julio Trevisan, Sandra Barbosa e equipe da revista Educação Ambiental em Ação

 

PS: A revista é mantida pelos membros da sua equipe de forma independente, sem nenhum apoio financeiro institucional. Ajude-nos a continuar realizando esse trabalho. Clique aqui para fazer uma doação através do PagSeguro. Àqueles que colaborarem, enviaremos um brinde-surpresa!

 



" data-layout="standard" data-action="like" data-show-faces="true" data-share="true">
 
Início      Cadastre-se!      Procurar      Submeter artigo      Fazer doação      Contato     Apresentação     Normas de Publicação     Artigos     Dicas e Curiosidades     Reflexão     Para sensibilizar     Dinâmicas e recursos pedagógicos     Entrevistas     Culinária     Arte e ambiente     Sugestões bibliográficas     Educação     Você sabia que...     Contribuições de Convidados/as     Práticas de Educação Ambiental     Sementes     Ações e projetos inspiradores     Gestão Ambiental     Cidadania Ambiental     Relatos de Experiências     Notícias