ISSN 1678-0701
Número 54, Ano XIV.
Dezembro/2015-Fevereiro/2016.
Números  
Início      Cadastre-se!      Procurar      Área de autores      Contato     Apresentação     Normas de Publicação     Artigos     Dicas e Curiosidades     Reflexão     Para sensibilizar     Dinâmicas e recursos pedagógicos     Entrevistas     Arte e ambiente     Divulgação de Eventos     O que fazer para melhorar o meio ambiente     Educação     Você sabia que...     Plantas medicinais     Contribuições de Convidados/as     Práticas de Educação Ambiental     Sementes     Relatos de Experiências     Notícias
 
Artigos

No. 54 - 15/12/2015
SENSIBILIZAÇÃO AMBIENTAL DA COMUNIDADE ESCOLAR NO MUNICÍPIO DE SALGADO DE SÃO FELIX  
Link permanente: http://www.revistaea.org/artigo.php?idartigo=2235 
" data-layout="standard" data-action="like" data-show-faces="true" data-share="true">

SENSIBILIZAÇÃO AMBIENTAL DA COMUNIDADE ESCOLAR NO MUNICÍPIO DE SALGADO DE SÃO FELIX

 

 

Andréa Amorim Leite1; Miguel Leonardo Francisco da Silva2; Laércia Jamilly Duarte Diniz3; Maria Betânia Vitorino de Oliveira Barbosa4

 

1. Professora de Biologia do Centro Educacional Professor Felipe Tiago Gomes, andreaamorim.bio@gmail.com

2. Professor de ciências da rede municipal do município de Salgado de São Felix, profmiguelleonardo@gmail.com

3.Professora de Biologia da Escola Cenecista João Régis Amorim, jamilly21@hotmail.com  

3. Aluna do curso de Pós Graduação em Metodologia do Ensino da Língua Portuguesa, webbetania@hotmail.com

 

 

Resumo

 

Os resíduos sólidos tornaram-se uma das grandes preocupações ambientais da humanidade. A geração crescente desses resíduos ocorreu em consequência do aumento populacional, da industrialização e principalmente do consumo. O objetivo do presente trabalho foi promover ações que estimulem a reflexão sobre a coleta seletiva, sensibilizando de maneira prática e dinâmica toda a comunidade escolar, sobre a importância da preservação ambiental, especialmente, no que se diz respeito aos cuidados que devemos ter com os resíduos sólidos. Para isso, foram realizadas palestras sobre o tema com 18 escolas municipais de Salgado de São Felix-PB. Posteriormente, cada escola ficou responsável por desenvolver uma gincana sobre o tema, estimulando os alunos sobre os problemas socioambientais locais relacionados com os resíduos sólidos. A implantação da gincana de resíduos sólidos nas escolas municipais de Salgado de São Félix-PB foi uma proposta enriquecedora, planejada de forma interdisciplinar, sendo trabalhada em sala de aula buscando a integração da escola e da comunidade no sentido de sensibilizar/conscientizar a comunidade sobre os problemas ambientais ocasionados pelos resíduos sólidos. A partir das atividades desenvolvidas e vivenciadas, foi possível perceber o envolvimento dos alunos com o tema. Esse tipo de atividade é de suma importância, pois promove uma reflexão sobre o meio ambiente, estimulando a coleta seletiva, e a sensibilizando a comunidade escolar.

 

Palavras-chave: Educação Ambiental. Escola. Resíduos Sólidos. Meio Ambiente.

 

Introdução

Os resíduos sólidos tornaram-se uma das grandes preocupações ambientais da humanidade. A geração crescente desses resíduos ocorreu em consequência do aumento populacional, da industrialização e principalmente do consumo (AMORIN, 1996). O consumo tem papel importante nessa problemática, uma vez que, quanto maior o padrão de consumo, maior é a geração de resíduos, e maior é a exploração da matéria prima no meio ambiente.  

            Essa exploração exagerada dos recursos naturais tem como principal causa a essência do capitalismo, o qual é sustentado pelo ciclo vicioso da produção e do consumo, que por sua vez, requer mais matéria prima. Além dos vários problemas ambientais causados por essa forma de desenvolvimento, em especial podemos citar a grande contribuição para o aumento da geração de resíduos sólidos, que tem como principal causa a acelerada descartabilidade dos bens de consumo (FILHO & SANTOS, 2008).

Problema socioambiental

            Os problemas causados pelos resíduos podem ser classificados em diretos e indiretos. Segundo Roth e Garcias (2009), os problemas diretos ocorrem devido à deposição desses resíduos a céu aberto, que pode ocasionar poluição do solo, ar, água e visual. Ainda segundo os mesmos autores, os problemas indiretos são decorrentes do aumento dos custos e esgotamento de fontes de matérias-primas. Conforme Carvalho e Oliveira (2003), podemos ainda acrescentar a importância sanitária, pois quando esses resíduos não são coletados, transportados, tratados e dispostos adequadamente, podem causar inúmeras doenças, principalmente através da proliferação de insetos e outros vetores, e da contaminação dos recursos hídricos.    

             Ainda dentro da problemática dos resíduos sólidos, um dos principais problemas diz respeito à exclusão dos catadores de “lixo” da sociedade. Segundo Mota (2004), catar “lixo” é uma das atividades degradantes do homem perante a sociedade, principalmente pelas condições subumanas de trabalho. Para Mota (2010), apesar de os catadores de “lixo” serem considerados como “excluídos sociais”, estes trabalhadores têm um papel importantíssimo no processo produtivo da indústria de reciclados, uma vez que os mesmos fornecem para esse processo a matéria-prima necessária.

 

3. Política Nacional de Resíduos Sólidos

            Diante dessa problemática, em dois de agosto de 2010 o Brasil estabeleceu sua Política Nacional de Resíduos Sólidos - PNRS (Lei N° 12.305/2010), que é regulamentada pelo Decreto n° 7404 de 23 de Dezembro de 2010. Essa Lei contribui para a construção e um novo cenário dos resíduos sólidos no Brasil. Porém, a aplicabilidade dessa Lei depende de alguns instrumentos, tais como: a educação ambiental, a coleta seletiva e o gerenciamento integrado de resíduos sólidos- GIRS para a erradicação dos lixões até 2014 (GOVERNO FEDERAL, 2012). 

Outro ponto importante sobre os resíduos sólidos, que afeta diretamente a sociedade é a grande importância social, pois geram vários empregos que auxiliam na sobrevivência de várias famílias. Porém, na maioria das vezes esses trabalhadores são marginalizados e discriminados pela própria sociedade, que não se sente responsável pelos seus resíduos, não valorizando o trabalho digno dos catadores.

            Sendo assim, observa-se que a PNRS só verdadeiramente poderá trazer resultados expressivos em toda a sociedade quando os instrumentos fizerem parte do gerenciamento desses resíduos. Baseado nessa complexidade dos resíduos sólidos é imprescindível que tanto o poder público (municípios) quanto à população em si assuma a responsabilidade pelos seus resíduos gerados. Baseado nessa problemática, a escola torna-se um ambiente extremamente propício para o desenvolvimento de atividades que contribuam para uma melhor consciência sobre o tema.

Escola é uma estrutura educadora fundamental em nossa sociedade, resultado de amplas lutas sociais pela democratização do acesso à educação. A inserção qualificada de temas socioambientais nos processos de formação desenvolvidos na escola, incluindo-se a problemática do saneamento, pode contribuir de forma significativa para a produção de conhecimentos que venham a se traduzir em mudança de atitudes e valores.

É fundamental envolver e estimular a participação da comunidade escolar nas ações de educação ambiental desenvolvidas na localidade em que está inserida, contribuindo para a realização de diagnósticos socioambientais participativos, para o desenvolvimento de intervenções educacionais e para o fortalecimento do intercâmbio escola/comunidade, numa perspectiva de educação integral. A Lei Municipal de nº 025 de 10 de dezembro de 2014 em seu Art. 13 Incisos XVI – traz como essencial os Programas de Educação Ambiental que promovam a não geração, a redução, a reutilização e a reciclagem de resíduos sólidos.

Baseado nesse contexto da importância escolar no gerenciamento integrado de resíduos sólidos, o presente trabalho teve o objetivo de promover ações que estimulem a reflexão sobre a coleta seletiva, sensibilizando de maneira prática e dinâmica, toda a comunidade escolar, sobre a importância da preservação ambiental, especialmente, no que se diz respeito aos cuidados que devemos ter com os resíduos.

 

Metodologia

            O presente trabalho foi realizado no município de Salgado de São Felix, localizado no Agreste paraibano (Figura 1). O município ainda está adequando-se à PNRS, uma vez que, o mesmo ainda apresenta o lixão como uma alternativa para a disposição final dos resíduos sólidos. Porém, o município já está inserindo em um planejamento de consórcio intermunicipal para a construção do aterro sanitário.

Figura 1: Localização do município de Salgado de São Felix.

Descrição: Localização de Salgado de São Félix

Fonte: IBGE,2014.

 

As atividades foram realizadas no período de 20/07 à 05/102015 com 18 escolas municipais (Quadro 1). O público alvo foram os alunos do ensino Fundamental I e II. Para cada escola foi apresentada uma palestra com a comunidade escolar sobre a problemática dos resíduos sólidos não só a nível local, mas também global. Uma semana depois era realizada a respectiva gincana sobre o tema, promovendo o envolvimento dos alunos.

Quadro 1: Escolas que participaram das palestras e desenvolveram as gincanas.

ITEM

ESCOLAS

TURNO

PALESTRA

GINCANA

01

MARIANO TOMAZ

MANHA

20/07/15

27/07/15

02

SILVINA SERGIA

MANHA

22/07/15

29/07/15

03

BENEDITO GOMES

MANHA

03/08/15

10/08/15

04

MANOEL FERREIRA+JOSE HERMINIO

MANHA

05/08/15

12/08/15

05

JAIME GOMES+ANTONIO BARBOSA

TARDE

17/08/15

24/08/15

06

FELIX RODRIGUES

TARDE

19/08/15

26/08/15

07

FAZ. CAMPOS+BAIXIO

TARDE

31/08/15

09/09/15

08

ANTONIO FCO AMORIM+JOSE ALENCAR

MANHA

02/09/15

11/09/15

09

JOSE MATIAS+ NOSSA SENHORA CARMO

TARDE

14/09/15

21/09/15

10

JOSE BENEDITO+FCA MARCELINA

MANHA

16/09/15

23/09/15

11

APOLINARIO SERAFIM

MANHA

30/09/15

30/09/15

12

EUNICE BARBOSA

TARDE

28/09/15

05/10/15

 

Resultados

A realização das palestras foram de suma importância pois contribuiu para o entendimento dos problemas ocasionados pelo mal gerenciamento de resíduos sólidos (Figura 2).  Muitos desses problemas acabam atingindo diretamente a comunidade de Salgado de São Felix. Uma vez que, o município ainda não apresenta um gerenciamento adequado.

 

 

 


Figura 2. Apresentação das palestras para a comunidade escolar

Fonte: dados da pesquisa

 

As gincanas possibilitaram aos alunos a compreensão sobre os temas: reduzir, reutilizar, reciclar e coleta seletiva. Foram construídos diversos objetivos através da reutilização e reciclagem dos resíduos separados pelos próprios alunos (Figuras 3 e 4).

Figura 3. Objetos confeccionados pela escola Municipal Silvínia Sérgia

Fonte: dados da Pesquisa

 

 

Figura 4. Objetos confeccionados pela escola Municipal Benedito Gomes

Fonte: dados da pesquisa

 

 

 

 

 

            Também foram realizadas atividades culturais como apresentações de dança, grupo musical e teatro pelos alunos (figuras 5 e 6).

Figura 5. Apresentação cultural com o tema de resíduos na escola Municipal Benedito Gomes

Fonte: Dados da pesquisa

 

 

Figura 6. Apresentação cultural com tema de resíduos sólidos nas escolas municipais Manoel Ferreira e José Herminio

Fonte: dados da pesquisa

 

A implantação da gincana de resíduos sólidos nas escolas municipais de Salgado de São Félix-PB foi uma proposta enriquecedora, planejada de forma interdisciplinar que foi trabalhada em sala de aula buscando a integração da escola e da comunidade no sentido de sensibilizar/conscientizar o meio ambiente, valorizando a coleta seletiva tanto quanto a coleta seletiva, uma vez que é de suma importância para a preservação do planeta terra. Os projetos e ações desenvolvidos na escola repercutem não só internamente, mas também em toda a comunidade. Desenvolver ações educativas relacionadas ao saneamento, assim como implantar tecnologias sociais adequadas ao âmbito da escola, pode criar referências práticas sobre novas formas de se fazer saneamento. Com isso, não só a comunidade escolar, mas a localidade de uma maneira geral poderá refletir e assumir novos valores e atitudes diante da questão, provocando desdobramentos extremamente positivos.

 

Conclusão

            A partir das atividades desenvolvidas e vivenciadas, foi possível perceber o envolvimento dos alunos com o tema resíduos. Esse tipo de atividade é de suma importância, pois promove uma reflexão sobre o meio ambiente, estimulando a coleta seletiva, e sensibilizando a comunidade escolar para um dos problema que cada vez mais tem causados danos à toda a comunidade de Salgado de São Felix.

 

Referências Bibliográficas

 

AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA (ANVISA). Gerenciamento dos resíduos de serviço de saúde. Brasília: Ministério da Saúde. 2006.

 

AMORIN, V.P. Resíduos sólidos urbanos: o problema e a solução. Brasília, DF: Roteiro Editorial Ltda, 1996.

 

BRASIL. Manual de gerenciamento integrado de resíduos sólidos.  Rio de Janeiro, IBAM, 2001.

 

CARVALHO, A. R.; OLIVEIRA, M. V. C. Princípios Básicos do Saneamento do Meio. Ed. Senac. São Paulo. 2003. p.89

FAGUNDES, G. S.: Influência do antigo lixão do Roger, João Pessoa, nas águas subterrâneas locais. Dissertação submetida ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia Urbana e Ambienta. UFPB. 2010.

 

FILHO FRANCISCO, G. R.; Dos SANTOS, P. L. A questão da coleta seletiva de resíduos sólidos para o município de Teresina- PB. Simpósio de Pós graduação em geografia do Estado de São Paulo. São Paulo. 2008.

 

GOVERNO FEDERAL. Política Nacional de Resíduos Sólidos. 2° edição. 2012.

 

MOTA, A. E.; VALENÇA, M.; SILVA, M. G. Política Ambiental e Reciclagem: O lugar invisível dos catadores de “lixo”. Caderno de Estudos Sociais. v.20, n°.1, p.71-85. Recife. 2004.

 

NÓBREGA, Claudia Coutinho. Viabilidade econômica, com valoração ambiental e social de sistemas de coleta seletiva de resíduos sólidos domiciliares – Estudo de caso: João Pessoa/PB. Tese (Doutorado em Recursos Naturais) – Programa Institucional de Doutorado Temático em Recursos Naturais, UFCG, Campina Grande. 2003

 



" data-layout="standard" data-action="like" data-show-faces="true" data-share="true">
 
  Início      Cadastre-se!      Procurar      Área de autores      Contato     Apresentação     Normas de Publicação     Artigos     Dicas e Curiosidades     Reflexão     Para sensibilizar     Dinâmicas e recursos pedagógicos     Entrevistas     Arte e ambiente     Divulgação de Eventos     O que fazer para melhorar o meio ambiente     Educação     Você sabia que...     Plantas medicinais     Contribuições de Convidados/as     Práticas de Educação Ambiental     Sementes     Relatos de Experiências     Notícias