O conhecimento liberta, a ciência ilumina, informação salva vidas! – André Trigueiro
ISSN 1678-0701 · Volume XXII, Número 87 · Junho-Agosto/2024
Início Cadastre-se! Procurar Área de autores Contato Apresentação(4) Normas de Publicação(1) Artigos(4) Dicas e Curiosidades(5) Reflexão(13) Para Sensibilizar(1) Dinâmicas e Recursos Pedagógicos(7) Dúvidas(2) Entrevistas(1) Culinária(1) Arte e Ambiente(1) Divulgação de Eventos(7) O que fazer para melhorar o meio ambiente(4) Sugestões bibliográficas(1) Educação(1) Você sabia que...(1) Educação e temas emergentes(7) Ações e projetos inspiradores(27) Cidadania Ambiental(1) O Eco das Vozes(1) Do Linear ao Complexo(1) Relatos de Experiências(5) Notícias(24)   |  Números  
Notícias
06/09/2023 (Nº 84) RECICLOTECH DOA MIL COMPUTADORES PARA UNIDADES ESCOLARES DO DF
Link permanente: http://www.revistaea.org/artigo.php?idartigo=4562 
  

RECICLOTECH DOA MIL COMPUTADORES PARA UNIDADES ESCOLARES DO DF

Equipamentos recondicionados pelo programa da Secti vão reforçar atividades nos laboratórios de informática e áreas administrativas da educação pública

Por: Redação Fonte: Agência Brasília

A Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEEDF) recebeu, nesta semana, mil computadores para reforçar as atividades da pasta, tanto na área administrativa, como nos laboratórios de informática das unidades de ensino. Os equipamentos foram doados pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF (Secti) como parte das ações do Programa Reciclotech, que faz o recondicionamento dos eletrônicos, deixando-os em perfeito estado para serem utilizados novamente.

Doação foi uma das ações do Programa Reciclotech, que faz o recondicionamento dos eletrônicos, deixando-os em perfeito estado para serem utilizados novamente | Foto: Jotta Casttro/Ascom SEEDF

Parte dos computadores será destinada às unidades de ensino que possuem laboratórios de informática para a ampliação das atividades escolares nesses espaços. A outra parte vai reforçar o trabalho desenvolvido pelas áreas administrativas da SEEDF, ao possibilitar a criação de novas baias de serviço que serão ocupadas pelos novos servidores nomeados.

São parcerias assim que garantem a qualidade do ensino da rede pública. Esses computadores vão melhorar ainda mais o trabalho que já fazemos”Hélvia Paranaguá, secretária de Educação

A partir do recebimento, a SEEDF fará o teste em todas as máquinas e, nas próximas semanas, os computadores já estarão nos centros de ensino selecionados pela pasta. Além de melhorarem a infraestrutura das áreas administrativas e das escolas, os novos terminais servirão para que as instituições abordem a temática do descarte correto do lixo eletrônico com os estudantes.

A secretária de Educação do DF, Hélvia Paranaguá, agradeceu a doação. “São parcerias assim que garantem a qualidade do ensino da rede pública. Esses computadores vão melhorar ainda mais o trabalho que já fazemos”, disse.

De acordo com o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF, Gustavo Amaral, “com esta entrega que fazemos à Secretaria de Educação, possibilitamos a realização de melhorias de infraestrutura em escolas e o acesso à inclusão digital de estudantes e professores da rede pública de ensino, além de ampliar os horizontes profissionais dos participantes e de estimular a educação ambiental” | Foto: Renato Alves/Agência Brasília

Com esta entrega que fazemos à Secretaria de Educação, possibilitamos a realização de melhorias de infraestrutura em escolas e o acesso à inclusão digital de estudantes e professores da rede pública de ensino, além de ampliar os horizontes profissionais dos participantes e de estimular a educação ambiental”, afirmou o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF, Gustavo Amaral.

Sustentabilidade digital

Uma das práticas atuais mais exitosas na área da tecnologia tem sido o recondicionamento de computadores. O processo consiste em pegar equipamentos usados, fazer uma limpeza geral e substituir peças que estejam danificadas ou obsoletas, por outras que estejam em bom estado de conservação e uso. Com isso, o computador volta a funcionar como se fosse novo, mas com um custo muito menor do que a aquisição de um equipamento novo, por exemplo.

Além da economia financeira, o recondicionamento de computadores também é uma prática sustentável, uma vez que evita o descarte prematuro de equipamentos que ainda podem ser úteis. Isso reduz o volume de lixo eletrônico, que é um dos maiores desafios ambientais da atualidade.

Sobre o Programa Reciclotech

O programa é gerido pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação e tem a Secretaria de Educação como parceira. O objetivo do programa é a capacitação profissional de jovens e adultos, por meio de cursos em informática básica, manutenção de computadores e robótica, e também realiza o recondicionamento de produtos oriundos do lixo eletrônico e a educação ambiental por meio de processo de reciclagem.

Os bens recondicionados podem ser doados para entidades privadas sem fins lucrativos, que realizem projetos de inclusão digital, ou órgãos públicos, de acordo com o interesse público.

Além das doações de órgãos públicos e privados, o Reciclotech recebe equipamentos do público em geral, que pode doar nos pontos de entrega voluntária (PEV). Atualmente, o DF conta com 100 unidades do PEV espalhadas pelas regiões administrativas.

*Com informações da SEEDF

Fonte: https://bitlybr.com/sxHDd



Ilustrações: Silvana Santos