Que meu andar, meu viver seja cada vez mais no ritmo das bicicletas... (José Matarezi)
ISSN 1678-0701 · Volume XXI, Número 79 · Junho-Agosto/2022
Início Cadastre-se! Procurar Área de autores Contato Apresentação(4) Normas de Publicação(1) Artigos(6) Notícias(6) Reflexão(4) Para sensibilizar(1) Entrevistas(1) Saber do Fazer(1) Arte e ambiente(1) Sugestões bibliográficas(3) Educação(1) Sementes(1) Ações e projetos inspiradores(2) Gestão Ambiental(1) O Eco das Vozes(1) Do Linear ao Complexo(3) A Natureza Inspira(1) Relatos de Experiências(3)   |  Números  
Artigos
31/05/2022 MÚSICA E EDUCAÇÃO AMBIENTAL: LEVANTAMENTO DAS EXPERIÊNCIAS PEDAGÓGICAS PUBLICADAS EM ARTIGOS NO BRASIL
Neste artigo apresentamos um levantamento, realizado em periódicos de educação ambiental do Brasil, buscando entender como a música tem sido utilizada nas pesquisas em educação ambiental. No final, nos inserimos nesta tradição, expondo a forma como temos trabalhado a relação entre música e meio ambiente.
31/05/2022 ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DE PROFISSIONAIS DE SAÚDE SOBRE A GESTÃO DE RESÍDUOS DO SERVIÇO DE SAÚDE: ESTUDO DE CASO EM PEQUENO MUNICÍPIO DO RIO GRANDE DO NORTE
Objetivou-se analisar a percepção de servidores da saúde sobre a gestão de resíduos do serviço de saúde (RSS) em um município potiguar. Os resultados indicam que a maioria tem pouco conhecimento sobre o tema. Portanto, faz-se importante a implementação de programas de formação continuada.
31/05/2022 EDUCAÇÃO AMBIENTAL: PRODUÇÃO E DESTINO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS NO BAIRRO FONTE BOA NA CIDADE DE TEFÉ/AM
Impactos socioambientais oriundos dos resíduos sólidos produzidos no bairro de Fonte Boa, em Tefé-AM, através de pesquisas bibliográficas, diagnóstico e entrevistas, para compreender a relação moradores/poder público, pela qualidade de vida, tendo a Educação Ambiental como ferramenta para a sustentabilidade.
31/05/2022 ANÁLISE DA GESTÃO DE RESÍDUOS EM SERVIÇOS DE SAÚDE: ESTUDO MULTICASE NA MICROREGIÃO LITORAL SUL DO RIO GRANDE DO NORTE – BRASIL
Analisou-se a percepção de 62 profissionais da saúde sobre resíduos hospitalares. Os entrevistados demonstraram pouco conhecimento sobre a gestão de resíduos (72,58%) e normas legais (80,64%). Portanto, faz-se importante a implementação de programas de formação continuada para esses profissionais.
31/05/2022 CONVOLVULÁCEAS PROIBIDAS NA COMPOSIÇÃO DE PRODUTOS TRADICIONAIS FITOTERÁPICOS NO BRASIL
A pesquisa apresenta três espécies de Convolvulaceae proibidas na composição de produtos tradicionais fitoterápicos no Brasil, são elas: Argyreia nervosa, Ipomoea hederacea e Ipomoea violacea, com a presença de alcaloides psicoativos, considerados tóxicos ao corpo humano.
31/05/2022 OS DILEMAS ENTRE UMA COMUNIDADE DE EX-GARIMPEIROS E EMPRESÁRIOS DO TURISMO NO ENTORNO DO PARQUE NACIONAL DA CHAPADA DOS VEADEIROS, EM GOIÁS: UMA ANÁLISE PELA PERSPECTIVA CRÍTICA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL
Este estudo resulta de pesquisa de doutorado em uma comunidade de ex-garimpeiros, em Goiás. O dilema com empresários “chegantes” para o turismo acarreta situações de difícil sobrevivência. Pela ótica da educação ambiental crítica, analisamos concepções e atuações dos sujeitos para melhores condições de vida.
Ilustrações: Silvana Santos