Nós nunca sabemos o valor da água até que o poço está seco. (Thomas Fuller)
ISSN 1678-0701
Volume XIX, Número 74
Março-Maio/2021
Início Cadastre-se! Procurar Área de autores Contato Apresentação(4) Normas de Publicação(1) Artigos(7) Notícias(5) Dicas e Curiosidades(2) Reflexão(3) Para sensibilizar(1) Dinâmicas e recursos pedagógicos(2) Entrevistas(1) Culinária(1) Sugestões bibliográficas(2) Educação(1) Sementes(1) Ações e projetos inspiradores(2) Gestão Ambiental(1) O Eco das Vozes(1) Relatos de Experiências(5)   |  Números  
Ações e projetos inspiradores
27/11/2016 (Nº 58) RELIGAR AS PESSOAS COM A NATUREZA É FAZER EDUCAÇÃO AMBIENTAL
Link permanente: http://www.revistaea.org/artigo.php?idartigo=2534 
  

RELIGAR AS PESSOAS COM A NATUREZA É FAZER EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Cláudio Loes

 

 

 

Nestes tempos de incertezas, com os relacionamentos escorrendo entre os momentos numa rapidez cada vez maior, é preciso encontrar pessoas que queiram fazer diferente, buscando concretamente uma melhor qualidade de vida e ainda beneficiar toda a sociedade. O RELIGAR é, aos poucos, a concretização de um sonho para buscar fazer algo diferente, sustentável e sempre melhor.

 

DSC02346.JPG

Tudo começou em outubro de 2014 com um armário colocado próximo do minhocário do Projeto de Compostagem que acontece na Escola Estadual Telmo Octávio Müller em Marmeleiro – PR. A pergunta de todos quando viam o armário era: vão fazer compostagem de livros no armário? Nada disto, o objetivo é circular os livros e deixar que o livro encontre seu leitor e vice-versa.

 

Existia uma única regra: depois de ler, devolver o livro para o armário para que, assim, outros pudessem ler o livro também. O  armário funcionou até setembro de 2015, quando começaram as ações do Aqui Livros com a instalação de uma geladeira no pátio da mesma escola.  O primeiro local de um total de 8 existentes até esta data e outros em processo de instalação. E a Educação Ambiental?

 

A Educação Ambiental tem, a cada dia, o desafio de sensibilizar as pessoas e criar possibilidades e oportunidades de novamente encontrarmos o nosso ponto de equilíbrio para existir, enquanto espécie humana. Se nós não existirmos mais, a natureza seguirá adiante. Conectar as ações com a sensibilização foi o próximo passo. Com os crescentes problemas de água na região, os rios clamavam por atenção. Os rios?

 

Sim, os rios que, para muitas pessoas, só são percebidos quando temos enchentes, ou quando as torneiras ficam secas. Tornaram-se a lixeira de muitos. Somos totalmente dependentes dos rios. Nossas cidades foram construídas próximas de rios justamente pela vantagem no fornecimento de água para nosso uso. No entanto, o comportamento é jogar o lixo no rio. Ele vai embora e deixa de ser problema. Claro que não deixou de ser problema. e a resposta foi começar uma ação de limpeza.

 

Em março de 2015 foi realizada a primeira limpeza do Rio Marrecas. onde o mesmo margeia o Parque Ambiental Irmão Cirilo em Francisco Beltrão, Paraná. Estas limpezas ocorrem semanalmente. quando não chove. e o importante foi começar para acostumar e criar o hábito.  A ideia básica do Projeto Rios Limpos é deixar o rio como ele deveria ser, sem a presença do nosso lixo.

 

 


Registro da primeira limpeza
                 com Alana Luisa de Melo e Gabriela Fedrizzi.

 

 

 


 

 

Registro comparativo antes e depois da retirada do lixo.

 

 

Resultado de uma das muitas limpezas
                        com Sávio Duarte e Sandro Sangaletti.

 

Limpar o rio com aquela orquestra magistral tocando nas corredeiras, além de fazer bem para a saúde, inspirou a busca por outros locais. Afinal, quem vive mais próximo da natureza passa a gostar e preservar. Melhora a sensibilidade para com tudo e com todos. e amplia a percepção ambiental. Tudo faz parte da nossa vida.

 

O Aventuras, mais uma ação que faz parte do RELIGAR. busca visitar e registrar a beleza de locais naturais, bem como propor a busca de locais desconhecidos para viver mais intensamente a relação com a natureza. Isto porque muitos locais, com o passar dos anos, ficaram esquecidos, abandonados a própria sorte, e outros vão sendo destruídos se nada for feito para preservar.

 

Tudo o que foi apresentado pode ser acessado pelo site www.religar.net. Fica aberto o convite para participar, ou mesmo começar outras ações para melhorar a nossa condição de vida. Vale a pena poder acordar todos os dias e, com empenho, se dedicar a fazer o melhor. Buscar o que é melhor para si e para todos.

 

Agradeço a Bere Adams e equipe da Revista Educação Ambiental em Ação pela oportunidade de divulgar estas ações.

 

 

Cláudio Loes

Especialista em Educação Ambiental

www.ecophysis.com.br

Ilustrações: Silvana Santos