Estamos sendo lembrados de que somos tão vulneráveis que, se cortarem nosso ar por alguns minutos, a gente morre. - Ailton Krenak
ISSN 1678-0701 · Volume XXI, Número 86 · Março-Maio/2024
Início Cadastre-se! Procurar Área de autores Contato Apresentação(4) Normas de Publicação(1) Dicas e Curiosidades(7) Reflexão(3) Para Sensibilizar(1) Dinâmicas e Recursos Pedagógicos(6) Dúvidas(4) Entrevistas(4) Saber do Fazer(1) Culinária(1) Arte e Ambiente(1) Divulgação de Eventos(4) O que fazer para melhorar o meio ambiente(3) Sugestões bibliográficas(1) Educação(1) Você sabia que...(2) Reportagem(3) Educação e temas emergentes(1) Ações e projetos inspiradores(25) O Eco das Vozes(1) Do Linear ao Complexo(1) A Natureza Inspira(1) Notícias(21)   |  Números  
Notícias
14/03/2024 (Nº 86) AÇÕES DE EDUCAÇÃO INFLUENCIAM NA REDUÇÃO DE CRIMES AMBIENTAIS EM 2023
Link permanente: http://www.revistaea.org/artigo.php?idartigo=4730 
  

AÇÕES DE EDUCAÇÃO INFLUENCIAM NA REDUÇÃO DE CRIMES AMBIENTAIS EM 2023

06 janeiro 2024 - Gesiane Sousa

A Expedição Pantanal é uma das ações de Educação Ambiental desempenhada pela PMA.   (Foto: Divulgação/PMA)

Comparando os anos de 2022 e 2023, os dados do Comando de Policiamento Ambiental (CPAmb) apontam para uma redução do número de apreensões, prisões e autuações  por crimes ambientais em Mato Grosso do Sul. Para o CPAmb, a queda é resultado de um incremento substancial das ações de educação ambiental, bem como das operações de policiamento ostensivo e preventivo promovidas pelo Grande Comando.

Considerado um dos alicerces fundamentais que orientam as ações do Comando de Policiamento Ambiental, o investimento contínuo em conhecimento é promovido pelo Núcleo de Educação Ambiental e pelo Policiamento Ordinário. Em 2023, o número de ações educacionais chegou à marca de 425 atividades que contribuíram diretamente para a redução do cometimento de crimes ambientais.

Em 2023, as operações de patrulhamento fluvial aumentaram consideravelmente, atingindo o número de 597 em comparação com as 444 realizadas em 2022. Essas incursões, aliadas às fiscalizações terrestres e a estabelecimentos comerciais, resultaram em apreensões de 1.570 kg de pescado e 2.158 petrechos de pesca proibidos, ressaltando o compromisso da instituição com a proteção da ictiofauna de nosso estado.

Houve queda também na incidência de crimes praticados contra a flora, totalizando, neste ano, a apreensão de 714 m³ de madeira provenientes da extração, transporte ou armazenamento irregular.

No âmbito das operações, as unidades de Policiamento Ambiental realizaram 8.750 ações que resultaram na abordagem de 1.947 embarcações e mais de 21.000 veículos, bem como orientação a mais de 39.000 pessoas. Adicionalmente, foram prestados 414 apoios a outros órgãos, evidenciando a abrangência das atividades e o suporte oferecido pelo CPAMB.

Vale ressaltar que no ano de 2023 foi realizada a 8ª Expedição de Educação Ambiental no Pantanal, a qual obteve a 2ª Colocação no Eixo Social do XVIII Prêmio Sul-Mato-Grossense de Inovação na Gestão Pública. A ação ocorre anualmente, durante uma semana, ocasião em que especialistas em ensino, biologia e conservação passaram por diversas comunidades ribeirinhas do rio Paraguai oferecendo oficinas interativas, palestras e atividades práticas que abordam temas como biodiversidade, recursos hídricos, reciclagem e práticas sustentáveis. A missão tem como objetivo criar mudanças comportamentais duradouras e estratégias eficazes para a proteção do meio ambiente, bem como prestar assistência à população e aos povos tradicionais da região.